Arquivo da tag: museologia

Dicas sobre a Prestação de Serviço

Cuidados com a Prestação de Serviço

Parabéns, você conseguiu um cliente e ele quer contratá-lo, e agora?

Agora é um momento importante que muitos empreendedores esquecem dos detalhes.

Muitos trabalhos s√£o conseguidos atrav√©s de amigos, indica√ß√Ķes, isto cria um ambiente informal baseado apenas na confian√ßa entre as partes.



Você deve documentar a proposta de trabalho.

A falta de formaliza√ß√£o causa muitos atritos, criam expectativas diferentes entre as partes, onde cada um diz que ‚Äúpensou‚ÄĚ que o combinado era algo diferente do que foi entregue.

Para evitar estes conflitos, elabore uma proposta de trabalho que deve conter claramente:

1- Quem est√° contratando e quem ir√° realizar o trabalho.
2- A descrição detalhada do que será executado com data de início, carga horária diária ou semanal, e a previsão de entrega do trabalho.
3- O valor que ser√° pago por cada etapa, e o valor total.
4- A forma de pagamento (cheque, deposito em conta, em dinheiro, etc.) . As datas que os pagamentos ser√£o realizados, e a multa por atraso no pagamento.
5- Que tipo de recibo você precisará entregar: recibo, RPA, nota fiscal.
6- Deixar claro quem √© o representante do contratante que ir√° fazer o ‚Äúaceite‚ÄĚ do trabalho e identificar o que precisa ser modificado. Isto evita voc√™ terminar o trabalho e aparecer algu√©m dizendo que n√£o vai pagar, porque n√£o era o que ela queria.
7- Assinatura do representante do contratante e do contratado. Hoje em dia é possível aceitar até um email, ou mensagem, desde que fique claro que quem contrata aceitou sem ressalvas a proposta apresentada.

www.nelsonoliveiradasilva.com.br/cursos

EST√ĀGIO x CONCURSO x EMPREGO x TRABALHO

Uma preocupação comum a todas as pessoas que fazem um curso superior é conseguir atuar no campo de trabalho que escolheram. Quando se é novo, e temos o ajuda dos pais, ou temos outro apoio financeiro, podemos nos preocupar com apenas estudar. Mas é durante os estudos que aparece a primeira oportunidade de atuar e conhecer a área que escolhemos para trabalhar.

¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† EST√ĀGIO
O est√°gio √© a primeira oportunidade de conhecer a futura carreira. √Č importante que o estagi√°rio tenha como supervisor um profissional da √°rea, o que permitir√° conhecer a sua futura fun√ß√£o e como √© o trabalho na pr√°tica. √Č a primeira forma√ß√£o de network que ser√° √ļtil em toda a carreira. O est√°gio √© a oportunidade de escolher o campo de atua√ß√£o, ser mais t√©cnico ou atuar diretamente com o p√ļblico. Quanto mais est√°gios em diferentes campos tivermos melhor. Isto deve ser feito para os est√°gios obrigat√≥rios ou remunerados. Uma caracter√≠stica de cidades pr√≥ximas das institui√ß√Ķes de ensino √© a grande oferta de est√°gios e pouca oferta de emprego para os formados.Isto ocorre por aceitarem est√°gios sem a supervis√£o de um profissional da √°rea, isto apenas fecha oportunidades de emprego. A empresa ir√° sempre contratar apenas estagi√°rios, basta verificar o hist√≥rico da institui√ß√£o para verificar a veracidade desta afirma√ß√£o.

           


CONCURSO
O concurso p√ļblico √© algo que se deve procurar quando faltar 1 ano ou um pouco mais para a formatura. Come√ßar cedo ajuda a conhecer a sistem√°tica dos concursos, e caso seja aprovado, a nomea√ß√£o normalmente demora o suficiente para que se conclua o curso. Uma dica √© verificar a institui√ß√£o que est√° organizando o concurso e procurar provas de concursos anteriores que ela tenha organizado. Estas empresas contratam especialistas nas √°reas para montar um banco de provas e estas perguntas podem ser repetidas em outros concursos (alterando apenas o gabarito). Na situa√ß√£o atual teremos uma diminui√ß√£o de concursos p√ļblicos, ficando limitados apenas aquelas ‚Äúfun√ß√Ķes de estado‚ÄĚ.

                                                                     EMPREGO x TRABALHO
A diferen√ßa b√°sica √© que o emprego oferece carteira de trabalho assinada e trabalho √© qualquer atividade remunerada realizada. Nas duas situa√ß√Ķes o importante √© n√£o ter uma atitude passiva, de esperar o anuncio da vaga para depois enviar o curr√≠culo. Uma vaga de emprego em uma capital ou grande cidade ir√° receber no m√≠nimo 200 curr√≠culos, com a facilidade da internet todos enviam seu curr√≠culo, mesmo aqueles que j√° se encontram empregados. O profissional deve ter uma atitude pr√≥-ativa, definir qual o mercado onde seus conhecimentos e habilidades possam impactar positivamente e com isto conseguir uma boa remunera√ß√£o. √Č preciso se divulgar como empresa, mesmo que n√£o tenha empresa constitu√≠da ainda. O primeiro passo √© a cria√ß√£o de um cart√£o profissional com as informa√ß√Ķes b√°sicas: nome, telefone, email , com a(s) atividade(s) que se prop√Ķe a desenvolver, isto deve ser divulgado na sua rede de familiares, amigos e nas rela√ß√Ķes sociais. Outra oportunidade s√£o as diversas redes sociais (facebook, linkedin, twitter, instagram, etc.) gratuitas onde se pode criar um perfil e divulgar suas habilidades. A constante atualiza√ß√£o profissional atrav√©s de eventos, cursos e estudos devem ser algo constante. A pessoa focada em concursos investe tempo e dinheiro na sua prepara√ß√£o, est√° dedica√ß√£o e empenho √© tamb√©m necess√°ria para conseguir um espa√ßo no mercado de trabalho.

www.nelsonoliveiradasilva.com.br/cursos

Bolsa Museologia Dinamarca

Ibram seleciona profissionais para interc√Ęmbio na Dinamarca

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) ir√° selecionar cinco profissionais para participar por 15 dias, entre setembro e dezembro deste ano, de um interc√Ęmbio em museus da Dinamarca. Os interessados t√™m at√© 17 de julho para enviar projeto redigido em l√≠ngua portuguesa e inglesa contendo a descri√ß√£o da ideia, justificativa, objetivo, tempo de execu√ß√£o e museu de prefer√™ncia.