Est√°gio Biblioteconomia – Procuradoria – Porto Alegre – RS

EDITAL 01/2018
PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGI√ĀRIOS DA¬† PROCURADORIA-GERAL DO¬†MUNIC√ćPIO
N√ćVEL SUPERIOR ‚Äď BIBLIOTECONOMIA
O COORDENADOR DA COMISS√ÉO DE SELE√á√ÉO DE ESTAGI√ĀRIOS, DA PROCURADORIA-GERAL DO MUNIC√ćPIO, no uso¬†das atribui√ß√Ķes que lhe s√£o conferidas atrav√©s da Portaria 137 de 14/09/2016 da PGM, e em observ√Ęncia ao disposto no¬†Decreto Municipal 16.132, de 25 de novembro de 2008, e no Decreto Municipal 19.496, de 9 de setembro de 2016,
RESOLVE:
TORNAR PÚBLICA a abertura de processo seletivo de estagiários para atuação junto à  Procuradoria-Geral do Município.
1. DOS REQUISITOS
1.1 Os candidatos serão selecionados de acordo com perfil das vagas disponíveis, entre os estudantes previamente inscritos no Cadastro de Estágios da Prefeitura de Porto Alegre, através do site http://www2.portoalegre.rs.gov.br/estagios.
1.2. Os candidatos dever√£o possuir, no m√≠nimo, 16 (dezesseis) anos de idade completos at√© a data da inscri√ß√£o e estar¬†devidamente matriculados nas institui√ß√Ķes de ensino.
2. DAS VAGAS
2.1 O presente processo seletivo destina-se ao preenchimento de 01 (uma) vaga de estágio por estudante de curso superior de Biblioteconomia, bem como à formação de cadastro reserva dos referidos estudantes.
2.2 A vaga é para atuação junto à Procuradoria-Geral do Município, no turno da manhã ou tarde, conforme disponibilidade, podendo ser utilizada a forma de adesão ao processo seletivo, para preenchimento de vagas de estágio em outras secretarias e autarquias do Município.
2.3 A carga horária de estágio é de no máximo 30 (trinta) horas semanais.
3. DO CHAMAMENTO PARA PROVA
DIRETOR-ADMINISTRATIVO-FINANCEIRO do PREVIMPA, no uso de suas¬†atribui√ß√Ķes legais,
DIRETOR-PREVIDENCI√ĀRIO do PREVIMPA, no uso de suas atribui√ß√Ķes legais,
DOCUMENTOS OFICIAIS

PROCURADORIA-GERAL DO MUNIC√ćPIO
√ďrg√£o de divulga√ß√£o do Munic√≠pio – Ano XXII – Edi√ß√£o 5678 – Quinta-feira, 25 de janeiro de 2018
http://www.portoalegre.rs.gov.br/dopa
3.1. Os candidatos ser√£o contatados para participa√ß√£o do processo seletivo, necessariamente via e-mail cadastrado na¬†inscri√ß√£o, e opcionalmente, tamb√©m, via telefone, com as informa√ß√Ķes de data, hor√°rio e local de prova.
4. DA PROVA
4.1 A prova ser√° aplicada nas depend√™ncias da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, Rua Siqueira Campos, 1300, 14¬ļ andar,¬†sala C, no dia 31/01/2018, √†s 14h30min, e consistir√° de 03 (tr√™s) quest√Ķes objetivas de car√°ter t√©cnico sobre conte√ļdos do¬†curso de Biblioteconomia, valendo 30 pontos, e uma reda√ß√£o, valendo 70 pontos.
4.2 A prova ter√° a dura√ß√£o m√°xima de 60 (sessenta) minutos, n√£o sendo permitida consulta a material algum (escrito ou¬†eletr√īnico), devendo o candidato apresentar-se com documento oficial de identidade com foto e caneta esferogr√°fica de tinta¬†preta ou azul.
5. DA CLASSIFICAÇÃO E DO RESULTADO
5.1 Serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem aproveitamento igual ou superior a 50% (cinquenta por cento) do total da prova.
5.2 A classificação será efetuada por ordem decrescente do total de pontos obtidos pelos candidatos.
5.3 Em caso de empate na classificação geral, terá preferência o candidato de maior idade, considerando-se dia, mês e ano de nascimento.
5.4 A listagem de classificação geral será disponibilizada no site da PGM, no banner  Estágios.
6. DO RECURSO
6.1 Os recursos dever√£o ser direcionados √† Comiss√£o de Sele√ß√£o de Estagi√°rios ‚Äď PGM (Rua Siqueira Campos, 1300, 13¬ļ¬†andar, sala 1308), na forma escrita e devidamente fundamentados, devendo ser protocolados das 9h √†s 11h30min e das¬†13h30min √†s 17h, em at√© 2 (dois) dias √ļteis, contados da data de divulga√ß√£o da classifica√ß√£o geral no portal da PGM.
6.2 As provas estarão disponíveis para cópia, se requerida, no mesmo endereço do item 6.1.
7. DA CONVOCAÇÃO
7.1 A convocação para aceite da vaga será realizada através do e-mail informado pelo candidato no momento da inscrição, e opcionalmente, também, por telefone, seguindo-se rigorosamente a ordem de classificação e levando-se ainda em consideração o turno disponível para estágio, conforme indicado pelo candidato no ato da inscrição.
7.2 O candidato deverá comparecer no local informado no ato de convocação em até 2 (dois) dias a contar da data da convocação, para manifestar seu interesse pela vaga. Após transcorrido esse prazo, o candidato será considerado desistente do processo seletivo.
7.3 No caso de não comparecimento do candidato convocado, ou ainda de recusa à vaga, será providenciada a convocação do próximo candidato da lista de classificação.
8. DA VALIDADE DO PROCESSO SELETIVO
8.1 Este processo seletivo terá validade de 6 (seis) meses, a contar da data de divulgação do resultado final, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período.
9. DAS DISPOSI√á√ēES FINAIS
9.1 √Č responsabilidade do candidato comunicar √† Comiss√£o de Sele√ß√£o a altera√ß√£o do seu endere√ßo eletr√īnico (e-mail), sob¬†pena de desclassifica√ß√£o do processo seletivo, podendo ser utilizado o e-mail rhpgm@pgm.prefpoa.com.br para atualiza√ß√£o do
cadastro, ou o telefone 3289.1495.
9.2 Os casos omissos serão dirimidos com a apresentação de requerimento escrito dirigido à Comissão de Seleção de Estagiários PGM.
Porto Alegre, 24 de Janeiro de 2018.
PAULO RICARDO RAMA, Coordenador da Comissão de Seleção de Estagiários PGM.

Obs.: Bolsa no valor de R$ 7,31 por hora Р88h Mês R$ 643,28 Р132h Mês R$964,92

Emprego Bibliotec√°rio – √Ārvore de Livros – RJ

TEMOS VAGAS

Vaga: Bibliotec√°rio (a)

O QUE BUSCAMOS

Graduação concluída em Biblioteconomia.
Ter experiência com levantamento, organização de dados e catalogação de acervo.
Ser din√Ęmico(a), √°gil e trabalhar bem em equipe.
Ter conhecimentos sobre indexação de livros digitais.
Ser comunicativo(a), falar e escrever bem.
Ter envolvimento com bibliotecas escolares e com o universo da educação.
Ser apaixonado(a) por livros e gostar de recomendar leituras.

BENEF√ćCIOS
Ambiente jovem e informal.
Ler e incentivar a formação de novos leitores.
Sal√°rio fixo.
VR + VT
Trabalhar movido(a) pela melhoria da educação no país.

LOCAL
Centro do Rio de Janeiro.

COMO SE CANDIDATAR
Envie seu curr√≠culo para pedagogico@arvoredelivros.com.br e coloque no assunto “Bibliotec√°rio (a)”.

Boa sorte! ūüėČ

#vagas #temosvagas #bibliotec√°rio #biblioteconomia

Convocação Associação dos Bibliotecários de Goiás

CONVOCAÇÃO

A Presidente em exerc√≠cio da Associa√ß√£o dos Bibliotec√°rios de Goi√°s – ABG, Morgana Bruno Henrique Guimar√£es, CONVOCA todos os Bibliotec√°rios, professores de Biblioteconomia e estudantes de Biblioteconomia para a Assembleia Geral Ordin√°ria, que ser√° realizada no dia 27 de janeiro de 2018 (s√°bado), das 13h √†s 17h, em frente ao Museu de Arte Contempor√Ęnea de Goi√Ęnia ‚Äď MAG, localizado na Rua 1, n¬ļ 605 ‚Äď Bosque dos Buritis – Setor Oeste ‚Äď Goi√Ęnia ‚Äď GO, para a realiza√ß√£o da Elei√ß√£o do Conselho Gestor da ABG, referente ao per√≠odo 2018/2020.

OBSERVA√á√ÉO: Confirmamos a inscri√ß√£o da Chapa “BIBLIOCONEX√ÉO” para concorrer √†s elei√ß√Ķes do Conselho Gestor da ABG, tri√™nio 2018/2020.

Contamos com a presen√ßa de todos para votarem no dia 27/01/2018, conforme informa√ß√Ķes supracitadas e para apoiarem as a√ß√Ķes pr√≥ximo Conselho Gestor.

Emprego Bibliotec√°rio – Restinga Seca – RS

CONTRATA-SE

Bibliotec√°rio(a) para Faculdade Antonio Meneghetti

Atividades: Gest√£o da Biblioteca da Faculdade, procedimentos t√©cnicos, atendimento ao p√ļblico, organiza√ß√£o e registros de empr√©stimo de obras, documenta√ß√£o institucional da Biblioteca junto ao Bibliotec√°rio (relat√≥rios e quest√Ķes do MEC).

Pr√©-Requisitos: Gradua√ß√£o em Biblioteconomia; experi√™ncia em atendimento ao p√ļblico; habilidade em reda√ß√£o de texto; organiza√ß√£o; conhecimento em editores de texto e planilha Excel;

Benefícios: VT + VR + Bolsa de Estudos + Plano de Carreira

Instituição: Faculdade Antonio Meneghetti, Distrito Recanto Maestro (divisa dos municípios de Restinga Sêca e São João do Polêsine- RS).

Interessados favor encaminhar currículo completo com foto para: sabrina@faculdadeam.edu.br

Emprego Bibliotec√°rio – SESI – Montenegro – RS

  • ‚ÄĘ Tipo de¬†Recrutamento:¬†Externo
    ‚ÄĘ N¬ļ Requisi√ß√£o: 20737
    ‚ÄĘ Entidade: SESI
    ‚ÄĘ Setor¬†Solicitante:¬†ESCOLA SESI MONTENEGRO
    ‚ÄĘ Resp. pelo¬†Processo:¬†Fernanda da Cunha Sartori (fernanda.sartori@fiergs.org.br)
    ‚ÄĘ Hor√°rio de¬†Trabalho:
    segunda a sexta-feira, das 07h30min às 17h18min
    ‚ÄĘ Local de¬†Trabalho:
    Escola SESI de Montenegro
    ‚ÄĘ Sal√°rio: 4.203,88
    ‚ÄĘ Forma√ß√£o: Ensino Superior Completo, em Biblioteconomia, com registro no¬† espectivo Conselho
    ‚ÄĘ
    Conhecimentos:
    1 РWorkshop ou cursos de Hora do Conto 2 РSeminários ou workshop ou cursos de Mediação Leitura ou Fomento a Leitura ou Incentivo a Leitura.
    ‚ÄĘ Experi√™ncia:
    Experiência de carater eliminatório.
    1 РExperiência com Pergamun ou Aleph.
    2 – Atua√ß√£o em bibliotecasescolares ou Monitoria Acad√™mica ou Inicia√ß√£o Cient√≠fica ou bibliotecas p√ļblicas bibliotecas¬†comunit√°rias.
    ‚ÄĘ Atividades a¬†serem¬†desempenhadas:
    Coordenar, executar, acompanhar e avaliar o desenvolvimento das atividades do processo de biblioteca,¬†tais como: an√°lise, inclus√£o na base de dados, indexa√ß√£o, cataloga√ß√£o, classifica√ß√£o, arquivamento,¬†recupera√ß√£o e dissemina√ß√£o de informa√ß√Ķes, documentos, publica√ß√Ķes e acervo bibliogr√°fico.
    ‚ÄĘ Requisitos /¬†Compet√™ncias:
    Liderança, Articulação de Relacionamentos, Capacidade de Análise, Comunicação e Planejamento e Organização.
    ‚ÄĘ Per√≠odo de¬†Inscri√ß√£o:
    19/01/2018 – 23/01/2018
    ‚ÄĘ Etapas: 1¬ļ – An√°lise Curricular; 2¬ļ – Prova Mista; 3¬ļ – Avalia√ß√£o Psicol√≥gica; 4¬ļ – Entrevista
    ‚ÄĘ Observa√ß√Ķes
    (ao Candidato):
    Esta seleção ocorrerá conforme Comunicado de Processo Seletivo.
    Somente ser√£o consideradas as informa√ß√Ķes que constarem expressamente no curr√≠culo.
    Não haverá presunção de atendimento aos requisitos solicitados.
    Pessoas com deficiência são bem-vindas em todos os cargos do Sistema FIERGS.
    Benefícios oferecidos:
    РAuxilio Alimentação
    РAuxílio Creche
    РAssistência Odontológica
    РAssistência Médica
    РPlano de Previdência Privada
  • Seguro de Vida em Grupo
    – Vale Transporte
    ‚ÄĘ Conte√ļdo
    Prova de
    Conhecimento:
    PORTUGU√äS Compreens√£o e interpreta√ß√£o de textos, significado contextual de palavras e express√Ķes.
    MATEM√ĀTICA Conjuntos Num√©ricos: propriedades, opera√ß√Ķes. Fun√ß√Ķes, equa√ß√Ķes e sistemas lineares.
    Média aritmética. Matemática Financeira: juros simples e compostos. Porcentagem. Razão e proporção,
    regra de três simples e composta. Geometria: unidades de medida, perímetro, área e volume, teoremas
    Pit√°goras. RACIOC√ćNIO L√ďGICO Racioc√≠nio l√≥gico matem√°tico. Racioc√≠nio l√≥gico quantitativo.
    Raciocínio lógico numérico. Raciocínio lógico analítico. Raciocínio lógico crítico.
    ‚ÄĘ Conte√ļdo
    Prova Técnica:
    BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTA√á√ÉO E CI√äNCIA DA INFORMA√á√ÉO. Conceitua√ß√£o, seus¬†princ√≠pios fundamentais e suas rela√ß√Ķes com outras Ci√™ncias. Biblioteca: evolu√ß√£o do conceito; fun√ß√Ķes.
    A Biblioteca na sociedade. O profissional Bibliotecário: formação, mercado de trabalho e perspectivas profissionais. ADM.BIBLIOTECAS E SERVIÇOS DE DOCUMENTAÇÃO E INFORMAÇÃO:
    Planejamento e administração de Unidades de Informação. Marketing em Bibliotecas. Administração de produtos e serviços informacionais. CONTROLE DOS REGISTROS DO CONHECIMENTO:
    Representa√ß√£o descritiva dos registros do conhecimento utilizando C√≥digo de Cataloga√ß√£o¬†Anglo-Americano (AACR2), Classifica√ß√£o Decimal Universal (CDU – 2007) e MARC 21.¬†Desenvolvimento de cole√ß√Ķes. Comunica√ß√£o cient√≠fica. √ČTICA PROFISSIONAL E LEGISLA√á√ÉO
    PROFISSIONAL. BIBLIOGRAFIA E REFERÊNCIA: fontes gerais e especializadas de Informação. Recuperação e disseminação da Informação. Normatização de Documentos. TECNOLOGIA EM UNIDADES DE INFORMAÇÃO: Automação dos Serviços de Biblioteca utilizando Pergamum. Redes de Informação, Internet e Intranet. Bases de Dados. Recuperação da informação.
    ALMEIDA, M. C. B. de. Planejamento de Bibliotecas e Serviços de Informação. Brasília: Briquet de Lemos, 2005.
    AMARAL, Sueli Angélica do. Marketing: abordagem em Unidades de Informação. Brasília: Thesaurus, 1998.
    ARAÚJO JÚNIOR, R. H. Precisão no processo de busca e recuperação da Informação. Brasília: Thesaurus, 2007.
    ABNT NBR 6023: Informação e documentação: referências Рelaboração. RJ, 2002.
    ABNT. NBR 6024: Informa√ß√£o e documenta√ß√£o: numera√ß√£o progressiva das se√ß√Ķes de um documento¬†escrito – apresenta√ß√£o. RJ, 2012.
    ABNT. NBR 6027: Informa√ß√£o e documenta√ß√£o: sum√°rio –¬†apresenta√ß√£o. RJ, 2012. ABNT. NBR 6028: Informa√ß√£o e documenta√ß√£o: resumo: – apresenta√ß√£o. RJ,¬†2003. ABNT. NBR 6029: Informa√ß√£o e documenta√ß√£o: livros e folhetos – Apresenta√ß√£o. RJ, 2006.
    ABNT. NBR 10520: Informa√ß√£o e documenta√ß√£o: cita√ß√Ķes em documentos – apresenta√ß√£o. RJ, 2002.
    ABNT. NBR 14724: Informação e documentação: trabalhos acadêmicos РApresentação. RJ, 2011.
    CAMPELLO, Bernadete Santos. Biblioteca Escolar: conhecimentos que sustentam a pr√°tica. BH:
    Aut√™ntica, 2012. CAMPELLO, B. S.; CEND√ďN, B. V.; KREMER, J. M. (Org.). Fontes de Informa√ß√£o¬†para pesquisadores e profissionais. BH: UFMG, 2000.
    CLASSIFICAÇÃO Decimal Universal: CDU. Brasília: IBICT, 2007.
    C√ďDIGO de Cataloga√ß√£o Anglo-Americano. 2. ed. rev. SP: Imprensa
    Oficial;FEBAB, 2002.
    DODEBEI, V. L. D. Tesauro: linguagem de representação da memória
    documentária. RJ: Interciência, 2002.
    GUINCHAT, C.; MENOU, M. Introdução geral às Ciências e
    técnicas da Informação e Documentação. 2.ed. rev. aum. Brasília: IBICT;CNPq, 1994. GROGAN, D. A prática do serviço de referência. Brasília: Briquet de Lemos, 1995. LANCASTER, F. W. Avaliação de serviços de Bibliotecas. Brasília: Briquet de Lemos, 1996.
    ABNT. Indexa√ß√£o e resumos: teoria e¬†pr√°tica. Bras√≠lia: Briquet de Lemos, 1993. MACIEL, MENDON√áA, M. A. R. Bibliotecas como¬†organiza√ß√Ķes. RJ: Interci√™ncia; Niter√≥i: Intertexto, 2006.
    MEY, E. S. A.; SILVEIRA, N. C. Catalogação no plural. Brasília: Briquet de Lemos, 2009. MILANESI, Luís. Biblioteca. SP: Ateliê Editorial, 2002.
    MORO, Eliane Lourdes da Silva et. al. Biblioteca Escolar: presente. Porto Alegre: Evangraf, 2011.
    OLIVEIRA, M. (Coord.). Ci√™ncia da Informa√ß√£o e Biblioteconomia: novos conte√ļdos e espa√ßos de¬†atua√ß√£o. BH: Ed. da UFMG, 2005.
    RANGANATHAN, S.R. As cinco Leis da Biblioteconomia. Brasília: Briquet de Lemos, 2009.
    RIBEIRO, Antonia Motta de Castro Memória. Catalogação de recursos
    bibliográficos: AACR2R em MARC21. 4. ed. Brasília: Edição do Autor, 2009.
    VALENTIM, M. L. P. Atuação profissional na área de Informação. SP: Pólis, 2005. VALENTIM, M. L. P. (Org.) Profissionais da Informação: formação, perfil e atuação profissional. SP: Pólis, 2000.
    VERGUEIRO, Waldomiro. Seleção de materiais de Informação: princípios e técnicas. Brasília: Briquet de Lemos, 2010
    ‚ÄĘ CNH √©¬†eliminat√≥ria?:¬†Sim – Categoria: B

Meu município não tem bibliotecário

Meu município não tem bibliotecário

Esta é uma constatação comum, mas são poucas pessoas que se preocupam realmente com este fato.

Na maioria das vezes apenas os bibliotec√°rios ficam preocupados com o fato e exigem que o seu CRB fa√ßa a fiscaliza√ß√£o e ‚Äúobrigue‚ÄĚ o munic√≠pio a realizar concurso.

Mas √© preciso entender como funciona a administra√ß√£o p√ļblica.

O primeiro ponto √© pesquisar se existe o cargo de bibliotec√°rio na Lei Org√Ęnica do munic√≠pio.

Caso não exista apenas o Executivo (o prefeito) pode propor a criação de cargos.

Uma vez criado o cargo, ou caso ele já exista, é preciso aprovar a dotação orçamentário, que é sempre votada no ano anterior, onde será descrita a quantidade de cargos e a remuneração.

Aprovado o orçamento, o executivo irá determinar em qual momento serão feitos os concursos.

Concursos p√ļblicos s√£o um problema a parte, pois dificilmente se realiza concursos para poucas vagas.

As empresas de concurso fazem ‚Äúgratuitamente‚ÄĚ todo o processo, desde que fiquem com a receita das inscri√ß√Ķes, mas isto s√≥ √© vi√°vel se existirem v√°rios cargos e vagas dispon√≠veis, o que permite ter milhares de inscritos.

Após a realização do concurso a nomeação tem dois anos para ser efetivada com possibilidade de prorrogação.

Estas prorroga√ß√Ķes podem ser apenas uma desculpa para deixar o √īnus da contrata√ß√£o para o novo prefeito, que certamente ir√° prorrogar por mais tempo ainda, pois toda nova administra√ß√£o sempre encontra os cofres vazios.

A falta de bibliotecário é uma decisão política, e só será revertida com força política.

Dificilmente haver√° um movimento popular pedindo a cria√ß√£o do cargo ou de concurso. Por isso precisamos de articula√ß√Ķes pol√≠ticas.

N√£o adianta esperarmos apenas pelo CRB, Associa√ß√Ķes e Sindicatos, cada bibliotec√°rio, ou simpatizante da biblioteconomia, deve conversar com o seu vereador, deputado ou senador (voc√™ lembre em quem votou?) e pedir que eles fa√ßam a√ß√Ķes que fortale√ßam e melhorem a situa√ß√£o das bibliotecas no seu munic√≠pio.

Este √© um ano de elei√ß√Ķes e precisamos aprender a nos articular para que mudan√ßas positivas aconte√ßam.

Para termos mudanças neste ano, comece por mudar a sua atitude, acabe com a passividade de esperar que a solução venha pelos outros.