Arquivo da tag: Biblioteca Escolar

Emprego Bibliotecário – São Paulo

Emprego Bibliotecário – São Paulo – SP

Colégio Renascença –  São Paulo, Brasil (Presencial)

Sobre a vaga

Principais atividades:

·         Contribuir com as discussões sobre as transformações conceituais da Biblioteca, considerando a evolução das tecnologias da informação e comunicação;

·         Realizar atendimento ao público – compreender suas necessidades para orientar a busca e a seleção de materiais; disseminar o acervo da Biblioteca; apoiar a pesquisa em catálogos eletrônicos; controlar empréstimos e devoluções;

·         Realizar o processo de novas aquisições de livros e outros materiais com base nos perfis e interesses da comunidade escolar, projetos desenvolvidos e novidades do mercado editorial;

·         Estabelecer parcerias com a equipe pedagógica apoiando-a no desenvolvimento de projetos;

·         Apoiar na promoção e organização de eventos (Feira e Troca de Livros);

·         Classificar e catalogar documentos e materiais da Biblioteca;

·         Atualizar e organizar o acervo, considerando as aquisições e descartes;

·         Organizar materiais do acervo nas estantes.

Requisitos:

·         Ensino Superior Completo em Biblioteconomia;

·         Experiência em biblioteca escolar;

·         Domínio da técnica de classificação e catalogação;

·         Conhecimento em sistema de gerenciamento de bibliotecas;

·         Registro atualizado no Conselho Regional de Biblioteconomia;

·         Pacote office e Língua Inglesa.

Perfil pessoal

·         Apreço por leitura;

·         Afinidade com a área de Educação, em especial com a Educação de crianças e jovens;

·         Busca constante por aprimoramento e atualização educacional e profissional;

·         Boa comunicação oral e escrita;

·         Bom atendimento ao público;

·         Boa capacidade de organização;

·         Assiduidade e pontualidade.

Tipo de vaga: Tempo Integral, Efetivo/CLT

Benefícios:

  • Vale alimentação
  • Vale transporte
  • Refeitório no local

https://www.linkedin.com/jobs/view/2740245709/

Emprego Bibliotecário – Colombo – PR

Emprego Bibliotecário – Colombo – PR

🔊 Divulgando…
Vaga para bibliotecária.👩‍💻
📍Imprescindível ser formada (o) em Biblioteconomia e possuir registro no Conselho Regional de Biblioteconomia.

✅Contrato de 20h semanais
✅Escola localizada em Colombo, nas imediações do bairro Santa Cândida;
✅Trabalhará com crianças da Educação Infantil até o Pré-vestibular;
✅Valor: piso de acordo a carga horária.
✅Perfil: dinâmica, organizada, comprometida com o desenvolvimento do hábito de leitura e com o processo educacional do qual a biblioteca faz parte.
✅Possuir os conhecimentos pertinentes a área.
🎯Maiores informações ou enviar o currículo, entrar em contato pelo e-mail: secretaria@agape.g12.br

Fonte: @crb9parana no Instagram

Salas de cinema e bibliotecas irão sobreviver?

Salas de Cinema e Bibliotecas irão sobreviver?

Com a volta das atividades “normais” os cinemas e bibliotecas precisarão investir em estratégias para atrair público.

Hoje em dia existem dezenas de opções para assistir filmes e séries sem sair de casa, desde a televisão aberta e gratuita aos diversos canais pagos, aplicativos de stream , DVDs e outros formatos de armazenamento de filmes.

Para quem gosta de ler também existem muitas publicações disponíveis em sites gratuitos, tipo dominiopublico.gov.br, aplicativos de leitura ou a compra de ebooks.

A grande questão é como incentivar as pessoas a saírem de casa, ou de uma área de lazer e irem ao cinema e a biblioteca enfrentando transito, gastos com transporte, tempo de deslocamento, etc.

As bibliotecas escolares ainda possuem um público “garantido”, naquelas modalidades onde o ensino presencial volte a acontecer.

O cinema possui a estratégia do lançamento, onde os fãs correm para assistir e poderem ser os primeiros a comentar, mas mesmo isto está desaparecendo pois os aplicativos estão fazendo tudo apenas em suas plataformas.

As bibliotecas já sofrem normalmente com a falta de recursos, ficando difícil oferecer novidades e lançamentos, bem como criar inovações.

Os dois ambientes precisarão investir em “criar experiências”, ambientes que atraiam por proporcionar atividades complementares que proporcionem algo além do ato de assistir um filme ou a leitura do livro.

As bibliotecas precisarão cada vez mais definir um “público alvo”, fica inviável tentar atrair todos os públicos, cada um tem as suas necessidades e preferências únicas.

A definição de um “público alvo” servirá como norteador no planejamento para a definição de acervo, serviços, ambiente, atividades, etc.

A concorrência  com as soluções digitais fará  que com só permanecerá existindo aquelas instituições  que forem capazes de inovar, não será possível apenas repetir experiências anteriores.

Acredito que o cinema e as bibliotecas sobreviverão, mas terão outros formatos e a chave da sobrevivência é a capacidade de criar novas formas de atendimento voltadas as necessidades de seu público.

Ministério público aciona município – Bayeux – PB

Retirado do site:http://www.mppb.mp.br/index.php/37-noticias/educacao/23605-justica-acata-pedido-do-mppb-e-determina-que-municipio-de-bayeux-estruture-as-bibliotecas-escolares

A 4ª Vara Mista de Bayeux concedeu a tutela de urgência requerida pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) e determinou que o Município de Bayeux, na região Metropolitana de João Pessoa, adote as providências necessárias, no prazo de 180 dias, para readequar, reformar e organizar as bibliotecas existentes nas escolas públicas municipais, conforme prevê a Lei 12.244/2010, bem como a implantar esse equipamento nas escolas que ainda não dispõem de biblioteca ou de sala de leitura.

A decisão do juiz Francisco Antunes Batista estabelece que todas as bibliotecas escolares municipais deverão ter mobiliário em bom estado para uso de professores e alunos; equipamentos de acesso à internet para pesquisas, com ambiente climatizado e boa iluminação; acervo catalogado para facilitação do armazenamento e uso/empréstimo com o controle das entradas e saídas dos materiais e acervo de livros, de no mínimo, um título para cada aluno matriculado. Outra medida que deverá ser providenciada é a vinculação e orientação desses equipamentos às bibliotecas das escolas polos, garantindo acesso e estímulo ao ensino através da leitura.

O descumprimento da decisão judicial prevê aplicação de multa mensal e pessoal ao gestor de R$ 5 mil, limitado ao dobro do valor das reformas, além de extração de cópias com remessa ao procurador-geral do Ministério Público para as providências legais.

A decisão é uma resposta à ação civil pública de obrigação de fazer 0802163-69.2021.8.15.0751 que foi ajuizada pela 2ª promotora de Justiça de Bayeux, Ana Caroline Almeida, contra o Município de Bayeux, em razão de irregularidades constatadas nas bibliotecas escolares do município. Cabe recurso.

Irregularidades

As irregularidades foram constatadas pelo Conselho Regional de Biblioteconomia da 15ª Região que, a pedido da Promotoria de Justiça, realizou fiscalização no sistema de ensino municipal em relação ao cumprimento da Lei Federal 12.244/2010. Essa lei dispõe sobre a universalização das bibliotecas nas escolas públicas do País.

Segundo o relatório de inspeção datado de setembro de 2019, a rede municipal de ensino de Bayeux é formada por 29 escolas (excluindo as creches) e uma biblioteca pública municipal. Foram realizadas 28 visitas fiscalizadoras, ocasião em que foram lavrados sete autos de infração e 21 autos de constatação devido a inúmeras irregularidades constatadas em desacordo com a lei federal.

O Núcleo de Apoio Técnico do MPPB, também por solicitação da Promotoria de Justiça, apresentou relatório, explicando a importância da biblioteca escolar para a educação e elencando os pontos necessários para o funcionamento adequado das bibliotecas em Bayeux para que atendam a finalidade educacional.

Conforme destacou a promotora de Justiça, foi expedida recomendação ao prefeito, à Secretaria Municipal de Educação e às direções escolares para que fossem sanadas as inconsistências apuradas. No entanto, os problemas persistiram e por isso foi necessário ingressar com a ação civil pública.

Na decisão, o juiz destacou que a Lei 12.244/2010 determina que toda instituição de ensino deve contar com uma biblioteca, contendo no mínimo um título para cada aluno matriculado e que a lei estabeleceu prazo de até 10 anos para que os sistemas de ensino do País desenvolvessem esforços progressivos para a universalização das bibliotecas escolares. “No caso em tela, pela documentação juntada à inicial observa-se que o Município de Bayeux-PB ainda não está fielmente cumprindo a legislação acima referida, já que algumas escolas dispõem de biblioteca, mas não tem profissional bibliotecário; outras não tem espaço suficiente para implementação de salas de leitura ou biblioteca e, ainda, algumas com sala de leitura, no entanto, sem a estrutura necessária, funcionando em ambiente dividido com sala dos professores”, registrou.

Emprego Bibliotecário – São Bento do Sul – SC

Vaga:  Bibliotecária/o para área escolar

Cidade: São Bento do Sul SC.

Carga Horária: Mínimo 8 horas semanais

Quantidade de Vagas: 01 vaga

Salário a combinar

encaminhar currículo no  email: rh@colegiofroebel.com.br