Arquivo da tag: #biblioteconomia

O oceano azul da biblioteconomia

Qual seria o “Oceano Azul” da Bibllioteconomia?

A informação é um item valioso e disputado por varias profissões, todas querem ter os melhores serviços, aquelas que conseguem criar valor com seu trabalho, garantem empregabilidade e bons salarios , lucros.

A estratégia do Oceano Azul é “noncustomers first”, achar nichos criando serviços novos onde ainda não existe concorrencia e fidelizar este publico.

A biblioteconoma precisa ser uma alternativa neste mundo de fake news onde verdades são firmadas porque tiveram milhões de visualizações, mas não se sustentam em qualquer fato ou comprovação histórica.

A tradicional entrevista de referencia, apoiada por um bom acervo, poderiam ser a solução. É claro que irão dizer que “dar um google” tem o mesmo efeito, mas o importante é construir a imagem que o bibliotecario é aquele profissional que irá mostrar que toda noticia ou informação tem lado, que não existe informação isenta.

É necessario saber identificar a origem da fonte , ser capaz de oferecer outras visões do mesmo fato. O mundo atual esta muito dividido, polarizado, onde cada lado tem milhares de argumentos, muitos sem qualquer respaldo alem de ser popular.

O Oceano Azul da biblioteconomia seria tornar a nossa profissão a solução para as pessoas que procuram a informação sem ideologias, um local onde recebam orientação de como entender os diferentes lados, onde terão apoio especializado para contruir as suas convicções e assim não se sentirem perdidos nesta aldeia global onde o meme vira verdade e a verdade ninguem acredita.

Emprego Bibliotecário – São Paulo -SP

Emprego Bibliotecario – São Paulo – SP
Vaga: Coordenadora Bibliotecária

Processo seletivo para a vaga de Coordenadora Bibliotecária, para trabalhar em uma escola digital localizada na Vila Olímpia.

Os currículos devem ser enviado para o Email: rhbr@digitalhouse.com

· Pretensão salarial: a combinar
· Horário comercial
· Ter CRB ativo

·Interação junto ao MEC para atuar de forma ativa nas auditorias e visitas da mesma

Fonte: CRB8

A imagem do bibliotecário

A IMAGEM DO BIBLIOTECÁRIO

A imagem de uma profissão é formada através de vários fatores que compõem o seu esteriótipo:

– Como a profissão é mostrada na literatura, cinema, televisão;

– O exemplo de profissionais destacados ( e dos maus também);

– O marketing pessoal do profissional.

Somos cerca de 30.000 bibliotecários no Brasil, a grande maioria trabalhando como empregado.

Em todo o Brasil temos menos de 200 empresas registradas nos CRBs atuando na área das bibliotecas e documentação.

Nas minhas viagens pelo Brasil, e “navegando”, sempre consulto jornais e publicações e raramente encontro um anuncio de profissional BIBLIOTECÁRIO.

Apesar de sermos definidos pela legislação como Profissionais Liberais, o que vemos são colegas procurando apenas EMPREGO e estudando para CONCURSOS PÚBLICOS.

A presença do profissional pode ser detectada na INTERNET, existem milhares de blogs, sites, perfis em rede sociais (instagram, linkedin, facebook, etc.) de bibliotecários, mas a maioria tem apenas a finalidade informativa e de troca de experiencias, poucos utilizam estas ferramentas para vender seus serviços.

Um tema muito comum nas listas de discussão é : “O quanto cobro por este trabalho?”, pois não sabemos definir o valor/hora e determinar preço.

O Bibliotecário não é reconhecido pelo MERCADO, pois não VENDE a sua força de trabalho, não investe no seu MARKETING PESSOAL.

Quem possui pelo menos um cartão pessoal divulgando seus serviços, com telefone e e-mail para contato?

Quem se considera uma EMPRESA DE UMA PESSOA SÓ (mesmo que não tenha ainda formalizado uma empresa) e age como uma EMPRESA identificando MERCADO ALVO e trabalhando em ações específicas para conquistar uma fatia do mercado? Se divulgando?

É preciso entender que a imagem do Bibliotecário só irá mudar quando houver atitudes individuais e de classe

As Associações precisam ser fortalecidas e os eventos devem ser dirigidos para a sociedade, públicos somente com bibliotecários não produzem mudanças na nossa imagem.

A imagem do bibliotecário só irá mudar quando tomarmos a iniciativa de reconstrução, nas adianta colocar a “culpa” nos outros, a mudança só ocorre quando existe o empenho individual


Estágio Biblioteconomia – SP

ESTÁGIO DE BIBLIOTECONOMIA

Cursando graduação em Biblioteconomia ou Técnico em Biblioteconomia.
Bolsa-auxílio: R$ 954,00
Benefícios: Vale-Transporte

Horário: segunda à sexta das 07:00 às 13:00 (1 vaga) ou das 11:00 às 17:00 (1 vaga)

Local: Colégio Santa Maria – Interlagos – São Paulo-SP

Atividades: Atendimento ao público em geral; Processamento técnico dos materiais: carimbo, etiquetas, guarda e organização do acervo; Auxílio nas aulas de biblioteca com participação na contação de história (encenação, caracterização, etc.); Montagem de exposições; Auxílio nas rotinas gerais de uma biblioteca.

Pré-requisitos: Ser comunicativo, ter facilidade com trabalhos manuais e conhecimentos de uso do Pacote Office.

Interessados enviar currículo para tauany.pazini@colsantamaria.com.br

Estágio Biblioteconomia – Porto Alegre – RS

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SITUADA NO BAIRRO SÃO JOÃO, PRÓXIMO AO BOURBON ASSIS BRASIL, SELECIONA ESTAGIÁRIO(A) BIBLIOTECONOMIA

Requisitos: Cursando técnico ou Ensino Superior em Biblioteconomia; dinamismo, facilidade para trabalhar com alunos e professores, conhecimento de informática básica e conhecimento da rotina de uma biblioteca.

Disponibilidade para estagiar no horário da vaga.

Atividades: Auxiliar na organização do ambiente da biblioteca da faculdade, atender alunos e professores, cadastro de alunos, atendimento ao público e ao telefone. 


Horário: de 2ª a 6ªf, das 18h às 22h30 e sábados das 08h às 12h.


Bolsa-auxílio: R$700,00 + VT


Cadastre-se no site www.talentosdosul.com.br e envie seu currículo bem completo com foto, para vagas@talentosdosul.com.br

CFB e o Dia do Bibliotecário

CFB E O DIA DO BIBLIOTECÁRIO BRASILEIRO

Inicialmente, registro que é sempre um enorme prazer falarmos aos bibliotecários, e esse prazer ganha uma intensidade ainda maior quando tem como motivação a passagem do dia do Bibliotecário.
Por isso, em nome de todos os funcionários, conselheiros que integram a 17ª Gestão do Conselho Federal de Biblioteconomia, além de render merecidas homenagens às bibliotecárias e aos bibliotecários brasileiros por esse Dia, agradecendo-lhes pelas enormes contribuições que têm dado ao processo de construção coletiva da nossa profissão, queremos refletir sobre o desafio de atuar no Sistema Conselho Federal de Biblioteconomia/Conselhos Regionais de Biblioteconomia (Sistema CFB/CRBs).

Quem já esteve desse lado da “vidraça” sabe bem a medida desse desafio. Ainda que para nós atuarmos no Sistema CFB/CRBs e nos doamos ao exercício das atividades da regulamentação e da fiscalização profissional e em favor do desenvolvimento da profissão de Bibliotecário e da sociedade brasileira, seja um privilégio. Por isso , os bibliotecários recém-formados precisam se aproximar dos Conselhos Federal e Regionais de Biblioteconomia, não só porque o trabalho que esses órgãos realizam é um dos mais dignos, mas também para dar continuidade e oxigenar as suas existências e atuações.

Mas isso não tem acontecido. A cada período de eleição para renovação dos conselheiros regionais e federais, a participação de novos bibliotecários vem se reduzindo, ocorrência que tem imposto à recomposição dos seus quadros de conselheiros. Ao que parece, a excelência do trabalho de alguns e esforço de outros tantos não têm sido suficiente para atrair novos colaboradores.

Hoje é dia de homenagens, mas também de repensarmos a nossa relação com a profissão que escolhemos e na qual atuamos. Afinal, nenhuma profissão afirma-se e ganha visibilidade na sociedade sem que os órgãos que a representam sejam fortes e sem os profissionais que a constituem e têm a responsabilidade de construí-la e desenvolvê-la estejam distantes, dispersos e em conflito, entre si e com os órgãos e entidades que os representam.

É fato que a medida da qualidade do trabalho do Sistema CFB/CRBs depende do seu quadro de conselheiros e das bibliotecários e bibliotecários brasileiros. Por isso nesse dia 12 de março, ao registrarmos a nossa gratidão a todas e todos que conosco dividem o privilégio de atuar nessa área, convidamos para que reflitam sobre sua relação com a sua profissão e avaliem a possibilidade de atuar conosco nos Conselhos Federal e Regionais de Biblioteconomia.

Meus cumprimentos a todas e a todos. Obrigado.

Brasília, 12 de março de 2018.

Raimundo Martins de Lima
Presidente do CFB
CRB-11/039

Emprego Bibliotecário – Porto Alegre – RS

Bibliotecário(a)

Requisitos: Formado em biblioteconomia, experiencia na área, Excel avançado e disponibilidade de horário.

Interessados enviar currículo para o e-mail:  selecaorhal@hotmail.com

Colocando no assunto o título da vaga.

Caro candidato, somente enviar curriculo se preencher os requisitos da vaga.

Inserida em : 01/03/2018

Candidate-se até: 09/03/2018

http://www.advancerh.com.br/vagas-de-emprego.php